EMPRÉSTIMO OU CONSÓRCIO? Qual a Melhor Forma de Comprar seu Imóvel?

Bens materiais não são tudo na vida de uma pessoa, porém comprar uma casa é essencial para quem quer fugir
do aluguel e para quem tem esse sonho todas as informações a respeito do tema são imprescindíveis.

O sonho da casa própria é o sonho de milhares de brasileiros, concorda? Entretanto, infelizmente muitas pessoas
não conseguem realizar este sonho e ficam frustradas durante toda a vida. Mas saiba que conseguir a casa
própria, com um bom planejamento financeiro, pode se tornar a realidade de qualquer cidadão brasileiro.

Para que isto aconteça, é importante ter a convicção de que todo o esforço empregado no objetivo de comprar o
seu imóvel pode ser em vão se você não tiver um planejamento adequado e uma atitude responsável e alinhada
com a aquisição da sua casa da maneira mais segura e equilibrada.

consorcio ou emprestimo

Existem diversas maneiras de conseguir dinheiro para comprar a casa própria, entre elas o empréstimo junto a
familiares, o empréstimo em instituições financeiras, linhas de financiamentos habitacionais e o consórcio.

Muitas pessoas não possuem uma situação financeira confortável para pedir um empréstimo ou não conseguem um financiamento junto ao banco e cogitam a hipótese de pedir empréstimos em bancos para dar de entrada na compra do imóvel.

Entretanto, será que é mais vantajoso pegar um empréstimo deste tipo em vez de iniciar um consórcio?

Você saberia nos responder a diferença entre empréstimo em bancos e consórcio para a compra de imóveis? Pois bem, vamos tentar quebrar alguns mitos sobre o assunto e dar dicas para você atingir seu tão sonhado objetivo de comprar uma casa.

Diferenças entre consórcio e empréstimo para compra de imóvel

Uma das principais diferenças entre o empréstimo e o consórcio na compra da casa própria é relacionado ao tempo de contrato, uma vez que nos consórcios o tempo pode ser até 3 vezes maior do que os prazos mais longos de empréstimos.

Adicionalmente, as taxas de juros cobradas nos consórcios geralmente são muito menores do que as taxas
cobradas em empréstimos

Desta forma, fazendo um consórcio você terá um tempo maior para quitar a sua dívida e também pagará uma parcela menor. Estas características fazem como que ao final do contrato a diferença do valor do imóvel seja absurdamente diferente quando comparamos a compra feita através de empréstimo ou consórcio.

Porém, a desvantagem do consórcio é que você precisa esperar ser sorteado ou o final do contrato para receber o prêmio (neste caso, a sua casa). Já no empréstimo, você consegue o dinheiro no mesmo dia e pode antecipar o seu sonho.

O fato de o consórcio entregar o bem só no fim do contrato faz com que algumas pessoas prefiram pagar até 3 vezes mais caro por um empréstimo. Contudo, quando o mercado imobiliário está aquecido este valor mais caro pago pelo empréstimo pode ser minimizado pela valorização do imóvel em caso de venda posterior.

Se você não tiver casa própria, em algumas situações, a melhor escolha pode realmente ser o empréstimo para se
livrar do pagamento mensal do aluguel, trocando assim pelas parcelas do empréstimo. Isto pode ser vantajoso se
se o valor da parcela do crédito for menor do que o valor pago no aluguel.

Caso você opte pela contratação de um empréstimo, é interessante saber que atualmente várias empresas
oferecem crédito pessoal pela internet (veja a lista aqui) com juros mais baixos do que nos bancos. Portanto,
antes de correr para os tradicionais bancos, procure uma cotação nas seguintes instituições de empréstimo online:
Lendico, Just, Geru, Simplic e MoneyMan.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para te ajudar a entender um pouco mais sobre as diferenças entre comprar um imóvel através de um empréstimo pessoal ou através de um consórcio. Se quiser relatar alguma experiência relacionada a este assunto ou disponibilizar novas dicas para nossos leitores, te convidamos a deixar um comentário aqui embaixo. Teremos imenso prazer em receber sua mensagem!