Category Archives: Dicas

Dicas sobre diversos assuntos.

6 maneiras de enfrentar o estresse

Estresse de curto prazo pode ser bom para nós, mas se você está passando por mais noites sem dormir do que não, pode ser um sinal de que você precisa de ajuda para administrar seu estresse

Todos nós já estivemos lá. Os prazos de última hora estão se aproximando; seu chefe envia um e-mail na sexta-feira à tarde para algo que precisa ser feito antes de segunda-feira; você pensou que tinha controle sobre seu orçamento, então algo inevitavelmente quebrava; o que deveria ter sido um fim de semana relaxante com seus amigos se transformou em um pesadelo de atrasos, conexões perdidas e dores de cabeça generalizadas.

Esses tipos de estressores inesperados de última hora não são agradáveis, mas pelo menos sabemos que são temporários. São os níveis contínuos e lentos de estresse que se acumulam com o tempo e podem se tornar esmagadores. 

Respondendo apenas mais um e-mail de trabalho se torna uma ocorrência noturna; você se encontra mantendo seu telefone de trabalho em você o tempo todo – apenas no caso; adormecer fica mais difícil; logo, você percebe que não consegue se lembrar da última vez em que não sentiu algum tipo de pressão – emocional, física ou mental.

1. Equilíbrio entre a vida e o trabalho

Nossos trabalhos desempenham um papel importante em nossas vidas. Quer você trabalhe para viver ou viva para trabalhar, o que você faz pode lhe dar um senso de propósito, permitir que você participe de aventuras em seu tempo livre, ou ajude-o a apoiar seus entes queridos. Mas construir sua carreira e dedicar tempo e energia à sua vida profissional é apenas uma parte de sua vida como um todo.

Experimente maneiras diferentes e depois preste atenção em como você se sente: o que você está percebendo sobre sua concentração e foco, como se relacionar com as pessoas ao seu redor, como se sente quando faz outra coisa além de trabalhar e como você está? lidar quando você está no trabalho?

Aprender a dizer não pode ajudá-lo a criar limites mais claros entre o seu trabalho e a vida doméstica, sem causar quaisquer sentimentos perturbados ou preocupações e culpa contínuas. Saber o que você quer – e como pedir – pode ajudá-lo a abordar algumas das áreas que podem estar criando estresse em sua vida.

2. Arranje tempo para ler e relaxar

Ler por apenas seis minutos por dia pode reduzir seu estresse em até 68%, de acordo com pesquisadores da Universidade de Sussex. De acordo com suas descobertas, a leitura reduz os níveis de estresse melhor do que ouvir música, tomar uma xícara de chá ou dar um passeio.

Atuando não apenas como uma distração, a leitura também pode engajar ativamente sua imaginação, estimular a criatividade e ajudá-lo a se concentrar no momento. Outro estudo publicado no Jornal da Medicina e Ciência Social revelou que a leitura de livros por mais de 3,5 horas por semana poderia reduzir o risco de doenças neurodegenerativas.

3. Esteja atento ao que você come

O estresse não afeta apenas a sua mente, também afeta o seu corpo. Juntamente com um temperamento mais curto, alterações de humor, pensamentos ansiosos e problemas de concentração, o estresse pode fazer com que você sinta tontura ou enjoo, pode sentir dores, dores ou tensão muscular, aumento da freqüência cardíaca, flutuações no apetite, vontade de consolar , aumento da pressão arterial e problemas para dormir.

O estresse pode afetar seus hábitos alimentares e digestão, levando a uma queda na sua taxa metabólica e até mesmo desenvolver carrapatos nervosos. Quando você está sob estresse, certos alimentos podem ter um impacto negativo no seu corpo. Para tentar minimizar esses efeitos, pode valer a pena diminuir a quantidade de cafeína que você consome, pois isso pode exacerbar sentimentos de nervosismo ou problemas com a insônia 

4. Explorar terapias complementares

Terapias alternativas e complementares podem oferecer outra opção para aqueles que estão procurando apoio adicional para ajudar com o estresse. Terapias holísticas muitas vezes visam abordar não apenas um único problema, mas ajudar a pessoa como um todo a manter ou alcançar melhor saúde e bem-estar psicológico, físico, social e emocional.

Massagem terapêutica

Com o objetivo de relaxar, revitalizar e curar o corpo, a massagem terapêutica oferece uma abordagem prática que promove a cura, reforçando ao mesmo tempo a sensação geral de bem-estar de uma pessoa. 

Com mais de 250 variações de massagens e terapias corporais disponíveis, cada uma oferece seus próprios benefícios, ajudando com uma ampla gama de questões, desde a dor ao alívio do estresse.  

5. Desafie padrões de pensamento negativos

O estresse pode afetar cada um de nós de maneira diferente. Onde uma pessoa pode se sentir retraída e ficar quieta, outra pode parecer com raiva ou mal-humorada. Aprender a melhor maneira de gerenciar seu estresse é fundamental.

6. Definir limites tecnológicos

Sejamos honestos – a maioria de nós é excessivamente ligada aos nossos telefones. Você consegue se lembrar da última vez que deixou sua bateria chegar a zero, ou quando você não estava ao alcance de seu telefone, smartwatch, tablet ou laptop? Eu não posso. Segundo os pesquisadores, nós verificamos nossos telefones cerca de 85 vezes por dia.

Serviço social na educação

Você sabe qual o papel do serviço social na educação? É preciso entender a importância que o mesmo tem e como implica na qualidade da educação.

Atualmente, o sistema educacional enfrenta muitos desafios, incluindo a falta de recursos para cobrir todas as necessidades, cortes no orçamento, diminuição de professores e professores de apoio, escassez de pessoal especializado e atenção insuficiente a grupos minoritários (alunos com necessidades educacionais especiais, estudantes com diferentes origens e valores culturais, minorias étnicas, estudantes em risco de exclusão social, que sofreram despejo ou vivem em situações de pobreza ou vulnerabilidade ou estudantes do LGBTQI+) .

Os alunos são cada vez mais diversos. Em um mundo globalizado, nossas sociedades são cada vez mais multiculturais. Em um contexto de crise, a desigualdade também aumenta e situações de exclusão, despejos ou pobreza energética também entram na escola.

O corpo docente participa de cursos online para se especializar e tenta ensinar as matérias e cumprir o currículo estabelecido, para 25 ou 30 alunos que vivem situações e problemas diversos.

Muitas pessoas argumentam que os professores precisam ensinar, cumprir um currículo apenas, pois para elas a escola ou o instituto de ensino não é um centro de serviços sociais. No entanto, a escola é um dos lugares onde as crianças passam mais horas por dia, convivem com outras pessoas.

A escola é um ambiente fundamental no desenvolvimento de menores e um quadro de referência para sua socialização. Não se trata apenas de ensinar o currículo ou oferecer cursos gratuitos; muitas outras habilidades estão sendo adquiridas, pois a escola é um elemento compensador e equilibrador para muitas crianças que passam por situações graves fora da sala de aula.

A contribuição do Serviço Social no sistema educacional

O sistema educacional possui assistentes sociais nas equipes de Orientação Educacional e Psicopedagógica, mas o número é extremamente pequeno para as necessidades do sistema. Essas equipes cobrem uma área territorial muito grande, às vezes com muitos centros educacionais responsáveis, para que não possam fazer uma intervenção direta e personalizada com todos os alunos que precisam. A figura do assistente social deve existir em todos os institutos de ensino, a fim de dar atenção real a todos os alunos.

O Serviço Social Escolar pode ser um apoio ao centro educacional, contribuindo para lidar com situações de vulnerabilidade social, facilitando a integração de estudantes pertencentes a minorias, detectando situações de risco (abuso infantil, abuso sexual, problemas emocionais, problemas sócio-familiares) e favorecendo a participação das famílias.

Algumas das funções e tarefas que um profissional de serviço social pode executar em escolas ou institutos são as seguintes:

–    Detectar situações de risco social e orientar famílias e funcionários da escola.

–    Contribuir com a perspectiva social nos claustros dos professores, na direção do centro, nos professores que precisam, ou no Conselho Escolar, melhorando o trabalho interdisciplinar com os alunos.

–    Mediação intercultural: com estudantes migrantes, com suas famílias, com crianças de diferentes origens culturais, com estudantes pertencentes a minorias étnicas, favorecendo a compreensão e a convivência.

–    Intervenção em casos de bullying, em coordenação com outros profissionais. Projetar e implementar programas para a prevenção e abordagem do mesmo.

–    Para orientar as famílias sobre serviços e recursos e encaminhar os alunos que precisam (sistema de saúde, serviços sociais, psicólogo, comissão de evasão escolar, etc.).

–    Trabalhar em coordenação com os profissionais desses serviços: coordenação com o psicólogo, psiquiatra, assistente social do centro de tratamento de dependência, assistente social do Centro de Serviços Sociais, educador social da associação de jovens, profissionais do programa de absenteísmo, etc.

–    Incentivar a participação dos estudantes e de suas famílias, com ênfase especial nas famílias e estudantes com mais dificuldades de inclusão (por razões de deficiência, etnia, ignorância da língua, diferenças culturais ou outras).

–    Ligação com associações de bairro e recursos públicos na área, que podem oferecer atividades de interesse (prevenção do uso de drogas, promoção da saúde, educação sexual, atividades de lazer e tempo livre, apoio escolar ou outros serviços).

O Serviço Social na educação é essencial para melhorar as possibilidades de aprendizagem de muitos estudantes, reduzir o efeito das desigualdades socioeconômicas entre alguns alunos e outros, reduzir o risco de reprovação e evasão dos alunos mais desfavorecidos, favorecer a integração de estudantes migrantes ou pertencer a minorias, mediando entre a família e a escola, favorecendo a participação das famílias, abordando situações de conflito entre os alunos, orientando professores e o centro educacional, proporcionando uma perspectiva social.

Em um contexto social complexo, é essencial levar em consideração a importância da intervenção social nas escolas para melhorar o aprendizado, o desempenho acadêmico e a integração escolar.

Energia solar garante economia em condomínios

É essencial que tenhamos hábitos sustentáveis que possam contribuir para preservar o meio ambiente, como é o caso da energia solar. Saiba como a energia solar garante a economia em condomínios e o quanto ela pode ser vantajosa.

Energia solar em condomínios

Há 5 anos, as tarifas sobre o fornecimento de energia elétrica tem aumentado no país, de acordo com a Absolar – Associação Brasileira Energia Solar Fotovoltaica. No entanto, com a instalação dos painéis de energia solar é possível ter uma fonte inesgotável de energia no país, economia nas contas de consumo e preservação do meio ambiente.  

Alguns condomínios já estão investindo na energia solar, devido a economia que a mesma proporciona, além de suas vantagens. O empreendimento é voltado para placas responsáveis pela absorção da luz solar, a qual será convertida em energia para o uso em áreas dos edifícios, o que ajuda a reduzir o valor cobrado nas taxas de condomínio.

Quais os principais benefícios da energia solar?

De acordo com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), nosso país está na sétima posição na matriz de energia fotovoltaica. O que oferece para os consumidores da mesma, diversos benefícios, sendo eles econômicos e em fator ambiental.  

Com a instalação de painéis para energia solar em condomínios, temos a redução dos custos na conta de energia elétrica, fonte de energia renovável limpa, sustentabilidade, há a diminuição de gases que contribuem para o efeito estufa, a água não é necessária para que a operação seja realizada, diminuição de impactos no meio ambiente, garante a segurança de suprimento de energia, diminui a demanda por eletricidade no período diurno, reduz custos para os consumidores finais, entre outras.

Instalar a energia solar em condomínios é um investimento que vale á pena, pois de modo geral, ajuda na sustentabilidade, economia para o prédio e moradores do local.

Redes sociais: 5 Dicas para utilizar todo o potencial das redes no seu negócio

Mesmo diante de todo o potencial já comprovado que as redes sociais tem para gerar negócios, muitos empreendedores ainda não conseguiram resultados nessas plataformas.

Por isso, nesse artigo trazemos para você 5 dicas que vão ajudar a gerar resultados para o seu negócio através das redes sociais.

1 – Esteja onde o seu público está

É muito comum encontrar negócios que tem suas contas ativas em todas as redes sociais possíveis, e isso pode fazer sentido para alguns nichos, mas não para todos.

O que acontece nesses casos é que é muito comum que as pessoas achem importante aparecer no maior número de lugares possível.

Mas isso pode ser um desperdício de tempo e dinheiro, dependendo do mercado em que a sua empresa atua.

Por exemplo, se você tem um negócio de prestação de serviços para empresas, o LinkedIn deve ser o centro das atenções no quesito redes sociais.

No entanto, se você vende um produto específico para jovens que gostam de games, talvez o LinkedIn não seja o melhor lugar para encontrar clientes.

Por isso você precisa analisar e entender muito bem o público do seu negócio, para direcionar seus esforços para o lugar certo, que trará resultados.

2 – Tenha um calendário de postagens

Um dos principais segredos de uma boa gestão de redes sociais está em manter seus perfis sempre atualizados.

Por mais que você pense que isso é muito trabalhoso, esse trabalho vai trazer vários benefícios para o seu negócio, entre eles:

  • Aumento no engajamento;
  • Criação de relacionamento com os usuários;
  • Aumento da percepção de valor do seu negócio.

Além disso, se existe um espaço muito grande entre uma postagem e outra, fatalmente o seu perfil acabará caindo no esquecimento.

Enquanto isso, as empresas e empreendedores que já entenderam essa importância seguem alcançando cada vez mais pessoas e fechando mais negócios.

3 – Separe tempo para interagir com os usuários

As redes sociais foram criadas com o objetivo de estimular a interação entre as pessoas, e essa natureza se mantém até hoje.

Então, se você quer conseguir resultados para o seu negócio através das redes sociais, precisa investir na interação.

É claro que você não pode passar o dia no Instagram ou Facebook, mas precisa separar um período do dia para criar esse relacionamento.

Isso pode ser feito através de comentários em publicações, participação ativa em lives e qualquer outra forma de interação disponível.

4 – Entregue conteúdo de qualidade

Esse é um ponto em que você precisa ter cuidado para não confundir qualidade com quantidade.

Não é porque você tem que manter seu perfil atualizado que você deve sair publicando qualquer coisa.

Se criar conteúdo é uma tarefa difícil para você, você pode fazer uma lista das principais dores ou desejos do seu público, e para cada uma dessas dores, criar 3 títulos. Assim você vai ter uma boa quantidade de temas para tratar nas suas redes.

Depois é só decidir se você vai fazer vídeos ou textos para publicar.

5 – Faça distribuição das suas principais publicações

Pode ter certeza que poucos, para não dizer nenhum dos seus concorrentes faz isso, ou seja, você pode se destacar muito adotando essa estratégia.

Basicamente, você vai pegar os seus melhores conteúdos, e criar companhas de anúncios com objetivo de envolvimento, no Facebook Ads.

Assim o seu conteúdo vai aparecer para um número muito maior do que o das pessoas que te seguem, aumentando a sua base de público que já se envolveu com seus conteúdos.

Como as pessoas tendem a comprar muito mais de quem elas já conhecem, as chances de que você consiga fazer mais negócios após adotar essa estratégia são muito maiores do que oferecendo algo para quem nunca ouviu falar de você.

Existem ainda muitas outras ações que podem potencializar os seus resultados, mas aplicando essas 5 dicas certamente você terá resultados.

Como harmonizar vinhos com pratos típicos do inverno?

Frio, comida quentinha e deliciosa, e claro, por que não um bom vinho? O inverno é a combinação perfeita para saborear um vinho e pratos típicos da época fria. Curta a baixa temperatura combinando o bom vinho com pratos deliciosos. Para acertar nessa harmonização, há a necessidade de saber qual o tipo de vinho pode combinar melhor com o prato que está preparando ou que irá comprar. Os fondues, risotos, massas, feijoadas, queijos, precisam, principalmente, desse toque certeiro! E para acompanhar um bom vinho, nada melhor do que ter aquele kit lanche perfeito.

Com queijos

Na época de inverno, é bastante difícil não encontrar harmonia entre o queijo e o vinho. Ainda que o alimento tenha um associação mais forte ao vinho tinto, o branco apresenta uma versatilidade maior. Este é o caso dos queijos da massa mole, como o camembert e o brie que costumam casar bem as uvas diversas – Loureiro, Sauvignon Blanc, Torrontés. Em relação aos queijos roquefort, gorgonzola, stilton com um aroma acentuado e teor alto de gorduras, conseguem harmonizar com excelência os vinhos de sobremesa, mais fortificados como o do Porto, o tinto doce, Moscatel de Setúbal ou, ainda o Vino de Misa.

Esses alimentos curados por um tempo maior e de aroma que apresenta uma intensidade evidente como o grana padano ou até mesmo o parmesão pedem um vinho branco envelhecido e tinto de bom corpo, complexidade e maturidade.

Com caldos

O caldo quente aquece e inspira qualquer coração. No estado mineiro, é costume consumir o caldo de fubá, legumes, mandioca, feijão, ministrones e capeletes. Fazer a seleção adequada do vinho depende, novamente, da intensidade da refeição. Caso seja um caldo de muito condimento, com bacons e carnes, o ideal é consumir um vinho jovem, que apresente poucos taninos e frescor. Sendo mais leve, como os legumes, a alternativa pode ser o tipo branco, de estrutura boa, rosés de maior intensidade ou tinto leve, macio. É importante lembrar que, quanto maior o aroma e sabor dos caldos, ainda mais precisa ser o vinho.

Fondues

Os fondues são caracterizados como protagonistas do inverno. No país brasileiro, a preferência é o fondue de queijo, chocolate e carne. Aqueles que conseguem ser harmonizados com os tipos rosés e brancos são os feitos com queijo. Se este for um queijo de aroma fortificado, procure por um vinho branco mais envelhecido. É possível também fazer a combinação com um tipo tinto leve, repleto de taninos e grande frescor. O fondue de carne pede um vinho tinto macio. Em companhia dos fondues doces, de chocolate por exemplo, nada mais agradável que combinar um vinho de mesmo tipo – doce, com colheita tardia. Nas reuniões maiores, a sequência do fondue é uma excelente alternativa – chocolate, carne e queijo. É importante aproveitar e fazer testes com o seu paladar, harmonizando corretamente cada refeição. Caso não haja possibilidade, selecione um vinho leve que possa suportar as alternativas.

Feijoadas

Feijoada não combina só com caipirinha e cerveja! Por se tratar de um prato quente, os espumantes são alternativas excelentes, porque auxiliam a fazer a limpeza de toda a gordura presente do artefato culinário.

Massas

Massas compõem as mesas dos brasileiros, ainda mais em dias frios. De acordo com as tradições italianas, massa representa vinho. Nessa situação, aquilo que faz a definição da combinação é o molho a ser escolhido – e não exatamente as massas. Os condimentados e repletos de gordura costumam pedir vinho tinto, com acidez e maciez. Os molhos leves harmonizam os vinhos brancos, rosés e espumantes. Nesse caso, o ideal é escolher pelos molhos vermelhos, à bolonhesa, e seguir ao tinto. O molho branco pede o rosé. É válido ressaltar também que, quanto maior o peso do prato, é necessário que ganhe um vinho de mesma altura, independentemente do seu tipo.

Risotos

De mesma forma que as massas, a combinação depende da categoria dos risotos. Para o tipo funghi, a recomendação é o tinto que conta com uma estrutura boa, complexa e com forte aroma, acidez. Aos que levam queijo na receita, o ideal é harmonizá-los aos brancos, com uva chardonnay, tintos macios, bem como os gamay. A combinação do vinho e risoto também pode trazer linguiça e carnes. O fundamental, neste caso, é cuidar para não escolher um vinho muito tânico, ainda mais se a linguiça escolhida for apimentada.

Gostou das informações? Compartilhe conosco a sua opinião!

Dicas para aumentar o lucro da sua empresa

Uma regra geral no seu sucesso financeiro nos negócios é que você não pode aumentar os lucros diretamente , apenas indiretamente . Você não pode simplesmente dizer que vai aumentar os lucros do seu negócio sem uma estratégia específica.

A única coisa que você pode fazer para aumentar os lucros é melhorar as variáveis ​​que acabam por determinar seu nível de lucratividade. Ao melhorar essas 10 variáveis ​​sobre o seu negócio, você aumentará os lucros e afetará seus resultados.

Gerar Leads
O processo que você usa para atrair clientes em potencial interessados ​​em seus negócios. Se cinco em cada dez clientes em potencial que chegam ao seu local de negócios acabam comprando de você e você pode aumentar o número de pessoas de dez para 15, poderá ganhar mais dinheiro.

Conversão
O processo pelo qual você converte leads em clientes pagantes. Essa é a medida da eficácia de seus esforços de vendas. Se você puder aumentar sua taxa de conversão de um em dez para dois em cada dez, poderá dobrar suas vendas e aumentar os lucros.

Melhorar sua capacidade de vender e converter clientes em potencial interessados ​​em clientes pagantes é uma das coisas mais importantes que você pode fazer. E não há substituto para o treinamento contínuo de vendas, tanto para você como para todas as pessoas que falam com os clientes, ao vivo ou por telefone.

Observe todas as principais áreas de resultados do seu processo de vendas e procure maneiras de melhorar um pouco em cada área. Uma pequena melhoria em cada área-chave pode levar a uma enorme melhoria nos resultados gerais de vendas.

Margem de Lucro por venda

O lucro bruto que você obtém com a venda de cada produto ou serviço. Ao procurar continuamente maneiras de aumentar o preço ou diminuir o custo do produto ou serviço sem diminuir a qualidade, você pode aumentar os lucros por venda.

Todo dólar que você eleva um preço, se você mantiver os custos constantes, flui diretamente para o resultado final como lucro. Cada dólar que você reduz as despesas, se mantiver as vendas e as receitas constantes, também vai direto ao resultado como lucro líquido.

Eliminar Gastos desnecessarios

Muitas empresas entram em uma rotina ou ritmo de oferecer serviços caros a seus clientes que eles poderiam interromper facilmente sem perda de satisfação do cliente .

Veja os pequenos serviços que você oferece aos seus clientes. Existe algo que você possa reduzir ou interromper por completo?

Aumente seus preços
Em muitas situações, você pode aumentar seus preços em 5 ou 10 por cento sem experimentar qualquer resistência do mercado. Se seus produtos e serviços forem de boa qualidade e seu pessoal for amigável e útil, um pequeno aumento nos preços gerais não afastará seus clientes

Como montar uma loja no instagram

Nossa realidade digital está com uma mudança atrás da outra. É tanta mudança que toda semana aparece uma novidade de nos deixar de boca aberta.

Você já sabe que anteriormente o Instagram não passava de uma mídia social para compartilhar fotos com legendas, mas com o tempo o Instagram foi mudando de tal forma que atualmente, por meio dele, surgiram novas profissões, como Influenciador Digital.

Estando ao lado da rede social Facebook, o Instagram é uma mídia social que nos permite compartilhar o que quisermos e seguir outras pessoas para que vejamos suas postagens, além de podermos curtir e comentar sobre as postagens.

Pode parecer algo bobo se dito teoricamente, mas na prática é difícil encontrar alguém que não use o Instagram, principalmente entre o público adulto e jovem, ou seja, é possível afirmar que grande parte da população mundial se encontra nesta mídia social.

Com tanto público em único lugar, as possibilidades de finalizar uma venda são muito maiores do que em qualquer outra plataforma, e foi pensando no marketing digital que o próprio Instagram disponibilizou abrir uma loja dentro da plataforma. Veja como!

COMO CRIAR MINHA LOJA NO INSTAGRAM?

Acompanhe agora um passo a passo detalhado para que você não se perca na hora de criar sua loja virtual dentro do Instagram. Acompanhe!

  1. Antes de qualquer coisa baixe e instale o aplicativo do Instagram em seu aparelho celular – O Instagram não possui versão de acesso para navegadores, apenas aplicativo.
  2. Siga as instruções do aplicativo para a criação do seu login de acesso ao aplicativo – Não se esqueça de que seu objetivo é sua loja virtual, por isso faça o cadastramento do perfil com referência a seu negócio e não referente a você.
  3. Caso você já tenha um perfil no Instagram, você só precisará alterá-lo para “perfil comercial” na página de “Configurações” dentro do aplicativo.
  4. Vincule sua conta com o seu Facebook – Lembrando que o Facebook também deverá fazer referência a seu negócio, já que é necessária uma loja virtual no Facebook para ter uma loja virtual no Instagram.
  5. Após vincular sua conta comercial do Instagram com o seu Facebook comercial, você precisará divulgar em sua loja do Facebook os seus produtos e serviços.
  6. Entre em sua conta comercial do Instagram e faça, no mínimo, 9 publicações em seu perfil, sendo elas quaisquer uma, sem nenhum compromisso.
  7. Após efetuar as publicações, aguarde o contato do Instagram pelo aplicativo informando que sua conta comercial foi aprovada.
  8. Assim que o Instagram entrar em contato informando a liberação do perfil comercial, leia os termos e políticas do Instagram acerca da loja virtual e, se concordar, você estará pronto para iniciar sua loja virtual.
  9. Automaticamente o Instagram irá apresentar sua página do Facebook vinculada com os produtos lá cadastrados, você só precisará selecionar quais deseja vender na loja do Instagram. Confira: Planos do Gerenciagram

CONCLUSÃO

Como você pôde ver no passo a passo, não é difícil criar uma loja virtual no Instagram. Com esse novo recurso, as formas de venda no Instagram estão muito mais aprimoradas e eficientes.

Ao criar sua loja virtual no Instagram, tenha em mente que esse é seu negócio, estabeleça metas e objetivos para que você não se perca ou desista nessa difícil trajetória que são as vendas.

Se você antes se sentia inseguro sobre vender na internet, saiba que você pode fazer um mix, por exemplo, se tornar afiliado, criar um blog, uma loja virtual no Facebook e uma loja virtual no Instagram.

Com esse mix você terá 4 plataformas para divulgar seu produto como afiliado, além de poder usá-los como fonte de renda para espaçamento de anúncios, além de lucrar com o tráfego orgânico nas plataformas.

Estratégias nunca são demais, comece agora mesmo a planejar as suas estratégias para obter grande sucesso após montar sua loja no Instagram. Boa sorte!

14 Perguntas frequentes sobre painéis solares domésticos

Você está em dúvida se deve ou obter painéis solares para sua casa? Está curioso sobre como os painéis solares geram eletricidade, economizam dinheiro e reduzem o CO2 na atmosfera? Saiba quais são as perguntas frequentes sobre painéis solares e esclareça suas dúvidas aqui neste artigo!

As perguntas e respostas abaixo ajudarão você a entender algo sobre como os painéis solares funcionam e se pode se beneficiar da instalação deles em sua casa. Vamos explicar algumas das terminologias que pode encontrar quando receber orçamentos solares para sua casa e pensar se os painéis solares podem ajudar a economizar dinheiro.

Dúvidas frequentes sobre a instalação de painéis solares

Quais são os diferentes tipos de painéis solares?

Atualmente, existem dois “tipos” principais ou tecnologias de painéis solares: painéis solares de silício (divididos em monocristalinos e policristalinos com base no processamento do silício) e filmes finos (na ordem do mais caro ao mais barato). Existem tecnologias híbridas e outros tipos.

Como os painéis solares funcionam?

Painéis solares baseados em silício típicos contém duas camadas de silício cristalizado (um excelente condutor elétrico) unido por um fio. Uma camada é positivamente carregada e atrai elétrons, enquanto outra é carregada negativamente com excesso de elétrons. Fótons de luz solar liberam elétrons do lado carregado negativamente, e esses elétrons viajam através do fio para retornar aos seus companheiros carregados positivamente. Quando vários painéis são conectados em uma matriz e os fios passam por um inversor solar e seu painel elétrico principal, esses elétrons criam eletricidade que pode alimentar sua casa.

Esta corrente elétrica é chamada de eletricidade DC (corrente contínua). “Mas espere”, você diz. “Minha casa usa eletricidade CA, então como a energia solar de CC se torna energia AC para minha casa?”

Um inversor, que vem instalado com sistemas solares, converte essa energia CC em energia CA, empurrando e puxando elétrons, criando uma corrente alternada.

Esta geração de energia pode fornecer energia para toda a sua casa e, dependendo de onde você mora, o excesso de energia pode ser alimentado na rede elétrica para obter crédito através de sua empresa de energia.

Quais são as principais peças de equipamento em uma instalação de energia solar doméstica?

Uma instalação solar doméstica típica consiste em módulos solares (ou seja, “painéis” em um rack de metal montado no teto ou no chão, conectados por um inversor que altera a eletricidade DC produzida pelos painéis em eletricidade CA e conectado ao painel elétrico principal da casa.

O sistema é conectado à fiação da casa, que por sua vez está ligado a um medidor elétrico que mede eletricidade indo e vindo da casa. Isso permite que o proprietário para utilizar a energia solar às suas necessidades e enviar o excesso para a rede elétrica, ao mesmo tempo em que extrai energia da rede quando o sol não está brilhando.

Quanto tempo dura os painéis solares?

Painéis solares e seus componentes e garantias são projetados para durar 25-30 anos, embora existam vários relatos deles com duração muito maior. Sua eficiência diminui em torno de 0,5% a cada ano, mas com o aumento da eficiência de nossas casas e aparelhos, com alguns hábitos sólidos de uso de energia, talvez você nem perceba.

Em teoria, os painéis solares podem durar para sempre, ou até que sua eficiência atinja zero. São as garantias de expiração que geralmente sinalizam o fim da vida útil de um sistema de painéis solares.

Que tipo de manutenção os painéis solares precisam?

Os painéis solares exigem muito pouca manutenção em suas vidas úteis. Os componentes de vidro, silício e metal são projetados para durar ano após ano de sol escaldante, chuva torrencial, vento uivante e granizo caindo, neve, detritos, etc. Não há peças móveis, e os painéis são vedados e projetados para seja rigoroso. Quase todos os painéis modernos vêm com uma garantia que protege contra defeitos de material e garante a produção de energia por 25 anos.

Como os painéis solares ajudam você a economizar dinheiro?

Na maioria dos lugares, as pessoas podem instalar painéis solares no telhado e usar a eletricidade produzida para compensar suas necessidades. Com os painéis ligados atrás do medidor elétrico, a empresa de serviços públicos é responsável por rastrear a quantidade de energia solar produzida e a quantidade usada pela casa quando o sol não está brilhando.

Nos melhores estados para a energia solar, a eletricidade da casa é creditada na conta de consumo do proprietário. Esse tipo de faturamento é chamado de medição líquida, e isso significa que o proprietário economiza o preço total para cada quilowatt-hora de energia solar que usa energia solar para compensar.

Quais são os incentivos para a energia solar em casa?

Os incentivos solares se enquadram em quatro categorias: créditos fiscais solares, descontos, pagamentos por desempenho e isenções fiscais.

O incentivo mais amplamente utilizado para a energia solar em domicílio é o crédito de imposto federal solar, que fornece 30% dos custos totais para instalar o sistema solar de volta a um proprietário no ano após a instalação.

Além disso, essa fonte de energia ajuda a reduzir os impactos no meio ambiente e valorizam o imóvel, uma vez que você terá uma fonte de energia limpa, renovável e econômica instalada em sua residência que deseja vender ou alugar.

Kit kat no japão.

Introduzida em 29 de agosto de 1935 pela Rowntree’s como uma empresa de confeitaria com sede em York, no Reino Unido, a Kit Kat, agora de propriedade da Nestlé, é uma das marcas líderes mundiais de chocolate. Os produtos da Kit Kat são barras de chocolate que são compostas por três camadas de wafer e cobertas com uma camada interna e externa de chocolate, convencionalmente chamadas de “dedos”. O tamanho e o número de dedos do Kit Kat variam dependendo do design do produto. As barras de Kit Kat mais populares têm 1, 2 e 4 dedos nelas.  

O nome Kit Kat veio do clube Kit Kat, que recebeu o nome de Christopher Catling, que costumava ter um clube literário e político em sua loja de tortas em Londres no século XVII. As cores vermelhas e prateadas típicas do logotipo de Kit Kat permaneceram constantes no passado, exceto em 1942, quando o design do invólucro de Kit Kat foi mudado para azul para representar a mudança na receita devido à escassez de leite fresco. Em 1949, com o aumento da disponibilidade de leite, Kit Kat retornou ao seu impressionante logotipo vermelho.

Os anos 50 assistiram à expansão internacional da marca, começando nos países da Commonwealth, como Austrália, Nova Zelândia, África do Sul, Rodésia e Canadá, onde a Rowntree já havia estabelecido presença. Junto com a chegada da televisão comercial no Reino Unido no final dos anos 50, veio o grande avanço na propaganda do KIT KAT.

A linha clássica “Have a break, have a Kit Kat” de Donald Gillies de uma agência de publicidade JWT em Londres foi lançada em 1958 com quatro comerciais de TV e uma campanha de imprensa. Nos 50 anos seguintes, tornou-se um ícone genuíno de publicidade e agora é uma propriedade registrada da marca. Em abril de 1988, a fabricante de chocolate com sede na Suíça, Jacob Suchard, lançou uma oferta de aquisição hostil pela Rowntree. Nos anos anteriores, a Nestlé vinha discutindo uma parceria de trabalho colaborativa com a Rowntree e, por fim, adquiriu o negócio da Rowntree. 

As últimas duas décadas após a aquisição viram um ritmo agitado de desenvolvimento de marca e expansão de fabricação nos mercados emergentes. 

Hoje, a Kit Kat é uma das marcas de chocolate mais reconhecidas mundialmente. Com o equilíbrio perfeito de chocolate delicioso e wafer crocante, é o deleite ideal. 

Combinado com o simples encorajamento para “Fazer uma pausa, ter um Kit Kat”, o chocolate nunca foi tão relevante quanto no mundo agitado de hoje.

5 Dicas para uma pele impecável no inverno

Continuar com a pele impecável no inverno parece ser tarefa difícil. Isso porque as baixas temperaturas contribuem para o ressecamento da pele. E aquele hidratante que você costumava usar diariamente, parece não fazer mais efeito. Então, ao se deparar com um dermatologista, vem a listinha e, surpresa! Um hidratante chega a custar quase 200 reais.

Então, como conquistar uma pele impecável no inverno, sem precisar gastar muito para isso? É exatamente isso que vou te contar hoje. Olha só:

1.      Tudo começa com a Limpeza de Pele

Conquistar uma pele impecável no inverno começa pela limpeza. Não adianta passar hidratante 145.255 vezes ao dia se está aplicando sob uma pele suja, com poros fechados. Pouca será a absorção do produto. Portanto, escolha os produtos certos para limpeza da sua pele e aplique-os sob água morna. Água muito quente resseca a pele. E você não quer isso, certo?

2.      Esfoliar para cuidar

A esfoliação colabora para eliminar as células mortas, promovendo uma renovação celular e abrindo os poros, preparando-os para receber o hidratante e colaborando para uma maior absorção. Para esfoliar a pele, você pode comprar esfoliantes em lojas de cosméticos, ou preparar o seu em casa, com receitas caseiras. Uma boa opção para esfoliação rápida, fácil e econômica é utilizar uma bucha, dessas orgânicas. Pode aplicar o sabonete na bucha e limpar a pele enquanto realiza a esfoliação. Aplique em movimentos circulares. A ideia não é esfregar. É justamente eliminar as células mortas, então não é força. E sim jeito. Ok?

3.      Hidratar a Pele

A escolha de um bom hidratante é fator decisivo para alcançar uma pele impecável no inverno e em qualquer estação. Dê preferência para os hidratantes feitos propriamente para o seu tipo de pele: oleosa, mista ou seca. Aplique sempre após o banho e, de preferência, 3 vezes ao dia. Eu aplico de manhã, após o banho e antes de dormir.

4.      Protetor Solar

Não tem jeito, faça chuva ou faça sol, no verão ou inverno, ele é indispensável. Se você realmente quer alcançar uma pele impecável no inverno, não pode abrir mão de um bom protetor solar, com fator de no mínimo 30 com proteção UVA e UVB.

5.      Hidratação de dentro para fora

Por fim, mas não menos importante: beba água. MUITA água. É comum a sensação de sede diminuir no inverno, mas você precisa insistir. Isso porque a água evita o ressecamento, a desidratação e diversos outros fatores. Beber água é indispensável não somente para alcançar uma pele impecável no inverno, mas principalmente para manter o seu corpo saudável em qualquer estação.